Digite o que você procura:

Aberto cadastramento de blocos e cordões carnavalescos para o Carnaval de Rua 2016

Por: Rosana Pinto - 23-11-2015

A Prefeitura de São Paulo já está recebendo, por meio de um formulário no site oficial do Carnaval de Rua de São Paulo, o cadastramento de manifestações carnavalescas interessadas em receber apoio municipal na organização do seu Carnaval. O cadastro é voluntário e gratuito e poderá ser realizado até 13 de dezembro.
- 1º etapa: a Secretaria Municipal de Cultura receberá as informações gerais e propostas de percursos dos blocos e cordões interessados em integrar o Carnaval de Rua de São Paulo no site oficial do Carnaval de Rua de São Paulo.
- 2ª etapa: Os dados enviados serão analisados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e Subprefeitura da região escolhida para o desfile. Depois deste processo, os responsáveis receberão a autorização de saída e deverão cadastrar o seu bloco e o percurso aprovado no site SPcultura para, desta forma, integrar o Guia de Blocos da Prefeitura de São Paulo.
O período oficial de Carnaval de Rua na cidade de São Paulo se estenderá, em 2016, de 29 de janeiro a 14 de fevereiro. A expectativa da Prefeitura de São Paulo é receber o cadastramento de 400 blocos em toda a cidade.
IMPORTANTE: Os blocos que preencherem o formulário poderão ser incluídos no programa de benefícios, considerando as dimensões e a necessidades, a partir de uma análise global de todas as demandas. Com o cadastramento é possível dimensionar os serviços necessários. As Subprefeituras poderão acomodar, em conjunto com a Secretaria Municipal de Cultura, as demandas de cada bloco, conforme distribuição de público e características de cada local, bem como organizar a agenda do Carnaval de Rua, tendo em vista os locais e trajetos indicados. O objetivo é planejar a oferta de serviços de infraestrutura e mobilidade como fechamento de vias e desvio do trânsito, disponibilidade de banheiros químicos, cadastramento de ambulantes, ambulâncias, serviços de limpeza das ruas etc.
ORGANIZAÇÃO DO CARNAVAL DE RUA 2016
Com o objetivo de organizar o Carnaval de Rua de São Paulo, a Prefeitura de São Paulo, desde 2013, iniciou um diálogo sobre o tema com a população. Inicialmente, a Prefeitura de São Paulo atuou apenas no sentido de descriminalizar o desfile dos blocos nas cinco regiões da cidade. A partir de 2014, além da liberação, a Prefeitura passou a oferecer apoio efetivo por meio dos serviços municipais, como bloqueios de rua, até o fornecimento de infraestrutura, como a oferta de banheiros químicos. Em 2015, pela primeira vez o evento teve patrocínio, o que possibilitou incremento dos serviços prestados.
 
Na organização deste ano, a Secretaria Municipal de Cultura está buscando fomentar a criação de blocos em outras subprefeituras da cidade, fora do eixo Pinheiros-Sé. Nas próximas semanas será publicado o Decreto Municipal que trará as regras para este ano e se iniciarão as reuniões gerais com os blocos. Atualmente, a Secretaria Municipal de Cultura está realizando diálogos internos com as Subprefeituras e outras secretarias municipais, além da Polícia Militar do Estado de São Paulo.
Em setembro deste ano, a Secretaria Municipal de Cultura publicou o chamamento público para seleção de empresa interessada em apoiar o poder público na estruturação e organização do Carnaval de Rua 2016. A proposta recebida está em análise, mas independentemente de patrocínio, a publicidade ilegal durante a celebração nas ruas será combatida com fiscalização e monitoramento.
 
Fonte: Secretaria de Cultura



Buscar outras notícias:


Leia mais






É expressamente proibido a cópia ou utilização de textos ou imagens do site www.piritubaweb.com.br sem autorização por escrito.
Lei nº 9.610 de 19/02/1998