Digite o que você procura:

Alunos da Etec Pirituba vão participar de competição na Índia

Por: Rosana Pinto - 06-10-2015

Pedro Henrique de Carvalho, de 16 anos, estava ansioso naquele 8 de setembro desde a hora em que havia acordado. Ele aguardava o resultado de uma competição acadêmica e se desesperou quando a energia do bairro – e também de sua casa – caiu. Como se não bastasse, Pedro estava sem bateria no celular e não conseguia ter acesso à tão esperada notícia.
 
Foi somente quando a luz voltou às 21h que o rapaz ficou sabendo que era um dos selecionados da Etec Pirituba para a 21ª edição da Quanta – International Competition for Science, Mathematics, Mental Ability and Eletronics –, uma competição estudantil que acontecerá entre 14 e 17 de novembro na Índia. “Quando vi o resultado foi uma alegria tremenda”, conta Pedro, o único menino entre sete alunos do grupo.
 
Os adolescentes foram convidados a representar o País na Quanta após a escola em que estudam ser medalhista da Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras realizada em maio deste ano. Para selecionar quem seriam os sete dos 120 alunos a representar o colégio na Índia foi feito um processo seletivo rigoroso. Os estudantes passaram por uma prova de matemática, outra de inglês e uma entrevista – esta para analisar a autonomia dos estudantes e como eles se portariam diante de algumas situações-problema.
 
Após todo o procedimento foi a hora de comunicar quem carimbaria o passaporte. A diretora da Etec Pirituba, Eliane Leite, de 45 anos, foi a responsável pelo anúncio. “Eles não acreditavam, gritavam de felicidade por terem chegado ao final depois de todo esse processo e por poderem representar o Brasil na competição.” 
 
Após o comunicado, os estudantes precisaram se dividir em modalidades semelhantes às provas da Quanta. Entre as avaliações está um debate, que está sob responsabilidade de Alexandra Garcia, de 16 anos. Haverá também três testes – um de raciocínio lógico, que será feito por Stephane Santos, de 16 anos; um de ciência, em que Isabela Miyuki, de 18, e Rubia Muniz, de 15, farão o quiz; e outro de matemática, reservado para Mariana Ribeiro, de 16, e Pedro Henrique.
 
Por fim, serão duas provas relacionadas à mecatrônica. Nelas, Giovanna de Oliveira, de 15 anos, e Mariana deverão construir um barco, e Pedro e Rubia um robô, que precisam chegar ao fim de um circuito no menor tempo possível. Segundo Eliane, os garotos não veem a hora de embarcar para a Índia. “Eles estão muito animados, criaram até um grupo no WhatsApp e estão sempre estudando juntos na biblioteca”, diz. Além das aulas regulares, eles também tem reforço de inglês e matemática.
 
Mas para conseguir participar da competição a turma enfrenta um desafio: ter recursos para bancar a viagem. Para isso, criaram uma campanha na internet com o objetivo de arrecadar R$ 70 mil, valor que cobre a hospedagem, passagens aéreas e seguro-viagem dos alunos e de duas professoras acompanhantes. Para ajudar, basta acessar os sites Vakinha e Catarse.
 
Maria Inês Rodrigues, de 56 anos, é uma das docentes que estarão com os estudantes durante todo o processo. “Mesmo que tivermos de tirar do nosso bolso, vamos levá-los e apoiá-los”, diz ela.
 
Fonte: IG - http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/2015-10-05/alunos-de-escola-publica-de-pirituba-conquistam-medalha-e-vao-competir-na-india.html



Buscar outras notícias:


Leia mais






É expressamente proibido a cópia ou utilização de textos ou imagens do site www.piritubaweb.com.br sem autorização por escrito.
Lei nº 9.610 de 19/02/1998