Digite o que você procura:

ORIGEM E HISTÓRIA DO BAIRRO PARADA DE TAIPAS

A origem do nome Parada de Taipas


Taipa é um tipo de construção feita de barro, muito comum nos primórdios da capital paulista.

Parada de Taipas é um bairro, localizado na região noroeste de São Paulo, sendo que o bairro é um sub-distrito de Pirituba.

Parada de Taipas estaria ligado a esse movimento de Parada dos Tropeiros que vinham da região de Campinas, e da existência de casas de Taipas nessa região onde hoje está localizado o bairro.


Bairro mais setentrional de São Paulo, situado na região do Vale do Rio Juqueri e da Serra da Cantareira, Taipas é um núcleo urbano isolado do restante da cidade por um cinturão verde cada vez mais tênue assim como Perus. Teve origem numa parada do trem que ligava a cidade à Jundiaí.


A estação foi aberta em 1891 com o nome de Taipas, e era conhecida como Parada de Taipas. Seu nome vem exatamente por ser um posto de passagem e abastecimento para as tropas militares e do grande números de casas feitas de taipa ali existentes.


A região do Vale do Rio Juqueri e da Serra da Cantareira foi zona de passagem de tropas militares e importante entreposto de abastecimento durante o período colonial e sob a vigência do Império.


Coreto de Taipas, Patrimônio Histórico


Símbolo da história da região, o Coreto estimulou ações culturais, educativas e atraiu os moradores o lazer ao ar livre.
Hoje o bairro Para de Taipas agrega a vila Nova Parada, Jardim Rincão, Jardim Marilú, Jardim Shangrilá, Jardim Rodrigo, Jardim Alvina, Jardim Danaria, Jardim Pirituba, Jardim Líder, Cohab de Taipas entre outros.

 

O bairro está sob a jurisdição da Região Brasilândia.
 
  Primeira capela
 
A Igreja Católica está oficialmente presente no bairro desde meados da década de 1960, quando foi erigida uma capela em honra de Santo Estevão, que serviu para a realização de missas para os que ali moravam. Todavia, esta capela ruiu em meados da década de 1970.
 
  Igreja Santo Antônio de Taipas
 
Devido o desmoronamento dessa útima capela, foi edificado um outro templo, bem maior que, desta vez, foi dedicado a Santo António de Lisboa. Este templo está de pé até hoje, e localiza-se ne esquina da Estrada de Taipas com a Av. Raimundo Pereira de Magalhães, mais precisamente, na Estrada de Taipas nº 4.042, ao lado da Praça Fuhad Smire, conhecida no bairro por Praça do Coretinho, devido à presença de um coreto.
 
Em meados da década de 1980, a igreja foi desinstalada sob motivo de que uma nova igreja deveria ser erigida no centro do bairro, que, segundo pároco da época, seria próximo ao Hospital Kátia Rodrigues de Sousa, conhecido por Hospital Geral de Taipas, na avenida Elísio Teixeira Leite.
 
Mas em 2004, por exímios trabalhos do pároco Pe. Valdiran da paróquia São Luís Maria Grignion de Montfort, no Jarim Rincão, a igreja foi reinstalada sob o título de Comunidade Santa Cruz. Em 2007, o mesmo padre sugeriu à comunidade a adoção do nome antigo, e é chamada atualmente de Comunidade Santo Antônio de Taipas.



<-- Voltar

É expressamente proibido a cópia ou utilização de textos ou imagens do site www.piritubaweb.com.br sem autorização por escrito.
Lei nº 9.610 de 19/02/1998